CrediFinance

Valores
Valor Acrescentado
Código de Conduta

Quem Somos
Missão

 

CrediFinance

 

CÓDIGO DE CONDUTA

Preâmbulo

 O Consultor CrediFinance no exercício da sua actividade, tem um papel importante a desempenhar na sociedade, devido à utilidade dos serviços que presta. Dentro deste contexto, é da responsabilidade da CrediFinance habilitar o Consultor de um nível de conhecimentos para o bom exercício da sua missão, elaborando um código de conduta com regras bem definidas com o objectivo de promover o desenvolvimento, entendimento e respeito entre as várias entidades intervenientes na actividade de consultoria financeira de uma forma ética e profissional. Numa actividade competitiva, como é a de consultor financeiro, temos consciência que o factor concorrencial é inevitável e, por isso, o Consultor, nas relações com os colegas, deve ser cortês, cooperante e discreto, guardando segredo profissional relativamente às transacções que promova. Tendo em conta todos estes factores, os elementos Consultores CrediFinance (Profissionais de consultoria financeira) comprometem-se desde a sua iniciação na CrediFinance a cumprir e respeitar todas as disposições deste código de conduta, relativamente à conduta dos mesmos, nas relações com os clientes, relações com todos os parceiros Consultores CrediFinance, assim como, de outros profissionais da mesma actividade não pertencentes à CrediFinance. É pois, imperativo que todos os Consultores CrediFinance entendam a importância deste código ético-profissional, bem como o intuito de ajuda na melhor condução dos seus negócios de forma a salvaguardar o bom-nome da marca CrediFinance, como entidade respeitadora dos princípios de colaboração nas normas de ética deontológica, leal ao conceito de consultoria financeira, enquadrada no maior espírito de profissionalismo e de entidade qualificada para o desempenho da actividade. Em suma, o que se pretende é proporcionar as condições adequadas e indispensáveis ao bom funcionamento do Consultor em todas as suas operações de consultoria com o seu cliente ou parceiro.

Artigo 1º.: Os Consultores CrediFinance deverão conhecer e aplicar toda a legislação da sua actividade, assim como conhecer as regras de consultoria financeira, manter-se devidamente informados sobre a sua actividade de Consultor, designadamente conhecer a legislação sobre a actividade.

Artigo 2º.: Os Consultores CrediFinance efectuarão a sua actividade de consultoria financeira de forma a credibilizar e respeitar a mesma. Em conformidade com o acima referido, a litigância será considerada como solução de último recurso na resolução de algum diferendo.

Artigo 3º.: Os Consultores CrediFinance obrigam-se, a fim de potenciar o desenvolvimento das respectivas carreiras, a receber adequada formação regular e periódica pela marca ou outra entidade competente, relativa à actividade de consultoria financeira.

Artigo 4º.: Os Consultores CrediFinance, nas suas actividades, envidarão todos os esforços no sentido de evitar controvérsia com outros profissionais de consultoria financeira, dentro e fora da organização.

Artigo 5º.: Os Consultores CrediFinance nunca deverão beneficiar de qualquer vantagem adveniente da prática de factos desleais contra os seus parceiros dentro e de fora da CrediFinance.

Artigo 6º.: Os Consultores CrediFinance nunca deverão proferir afirmações nas quais possam denegrir a imagem de outro parceiro de consultoria financeira. Em resposta, a solicitação de emissão de opinião por terceiros, deverá ser sempre feita com a maior urbanidade, integridade, respeito e cortesia.

Artigo 7º.: Os Consultores CrediFinance nunca deverão efectuar os seus negócios de uma forma fraudulenta de modo a enganar o cliente, parceiro de actividade ou terceiro envolvido no negócio.

Artigo 8º.: Os Consultores CrediFinance deverão sempre agir em conformidade e na defesa dos seus clientes, sem prejuízo do tratamento de respeito e lealdade que é devida a todos os demais intervenientes no negócio.

Artigo 9º.: Os Consultores CrediFinance devem conduzir todos os processos de consultoria de forma honesta, evitando a representação errónea ou qualquer omissão de factos relevantes ao negócio e no que concerne às características do objecto de negociação, tendo como obrigatoriedade de revelar todos os factos de que tem conhecimento, os quais possam afectar o valor ou utilidade do negócio. Esta obrigação tem sempre como limite a informação revelada pelos clientes.

Artigo 10º.: Os Consultores CrediFinance recomendarão a todos os seus clientes a obtenção dos melhores soluções financeiras legais.

Artigo 11: Os Consultores CrediFinance nunca poderão sugerir ou recomendar a um cliente o recurso a serviços de outra marca na qual tenha qualquer interesse financeiro, sem primeiro revelar o sentido do seu interesse.

Artigo 12º.: Os Consultores CrediFinance nunca poderão negar a prestação de serviços profissionais a quaisquer pessoas em razão da sua raça, cor, religião, sexo, deficiência, estado familiar ou nacionalidade. Não poderão de maneira alguma ser parte em acordos com o objectivo de descriminar qualquer pessoa em razões de qualidade acima referidas.

Artigo 13º.: Os Consultores CrediFinance deverão sempre prestar os serviços compreendidos na sua oferta com o nível de competência e qualidade esperado de um profissional de consultoria financeira, tendo em atenção não usurpar qualquer outro tipo de serviço e funções que não esteja capacitado para a exercer.

Artigo 14º.: Os Consultores CrediFinance, quando conduzindo um processo financeiro deverão informar o seu cliente de todas as fases até estar concluído.

Artigo 15º.: Os Consultores CrediFinance deverão entregar todas as verbas recebidas por terceiros ao seu responsável de loja.

Artigo 16º.: Os Consultores CrediFinance deverão conduzir a actividade publicitária da sua agência da rede de consultoria financeira com lealdade, não revelando informações erróneas de forma a tentar omitir ou enganar a sociedade em geral.

Artigo 17º.: Os Consultores CrediFinance devem promover a prática do exercício da consultoria de forma exclusiva, circunscrita a um tempo pré estabelecido, a fim de evitar equívocos e desacordos, no intuito de melhor servir o cliente e defender o seu investimento, embora este requisito não tenha carácter de obrigatoriedade, é o garante dos intervenientes.

Artigo 18º.: Os Consultores CrediFinance têm a obrigatoriedade, em caso do negócio ter resultado da cooperação entre parcerias, fora ou dentro da marca, de fazerem com que todas as compensações resultantes de tal negociação, sejam pagas.

Artigo 19º.: Os Consultores CrediFinance devem observar quando da assinatura de qualquer documento num processo financeiro haja a entrega de cópias a todas as partes contraentes.

Artigo 20º.: Os Consultores CrediFinance, que actuem como Agentes independentes deverão estabelecer os termos e as condições de cooperação entre a marca ou loja de consultoria financeira. A oferta de cooperação não implica a presunção de existência de compensação. A compensação, a existir, deverá ser acordada entre ambas as entidades, antes da existência do negócio.

Artigo 21º.: Os Consultores CrediFinance devem ter consciência, a fim de evitar a concorrência desleal, mesmo não estando instituída qualquer tabela de remunerações mínimas, de que nunca devem oferecer os seus serviços de consultoria por montantes que, quer fixos ou percentuais, sejam manifestamente inferiores aos que usualmente são praticados pelos seus parceiros na região em que se realiza o negócio.

 Artigo 22º.:Os Consultores CrediFinance tomaram conhecimento, e desde já concordam que, em caso de violação a este código deontológico da marca CrediFinance, aplicar-se-ão as normas julgadas competentes, de forma correcta, segundo as regras e mediante acção justa e pautada por critérios de razoabilidade.

Artigo 23º.: Os Consultores CrediFinance tiveram oportunidade de rever este código deontológico CrediFinance, obrigando-se às disposições nele referidas, bem como ao espírito de respeito, cumprimento ético do mesmo.

Artigo 24º.: Os Consultores CrediFinance, ao não cumprirem os critérios e regras deontológicas referidas neste código de conduta, sujeitam-se concomitantemente, a consubstanciar violações de determinadas disposições contratuais, das quais poderão resultar a sua saída da organização CrediFinance.

Artigo 25º.: Os Consultores CrediFinance estão todos sujeitos às mesmas disposições e regras deste código de conduta, pelo que, em caso de conflito, prevalece o estabelecido neste código. Contudo, o que não estiver previsto, será sujeito à aplicação de normas jurídicas competentes para regular as respectivas matérias.

Os Consultores Financeiros CrediFinance ficam obrigados às disposições supra referidas, bem como a defenderem e promoverem os princípios bem patentes no Código de Conduta CrediFinance, não obstante as alterações e melhoramentos que o mesmo possa sofrer.

   
   
Home  ·  Mapa Site  ·  FAQs  ·  Glossário  ·  Legalidade  ·  Privacidade