GLOSSÁRIO
 

GLOSSÁRIO

    A    B    C    D    E    F    G    H    I    J    K    L    M    N    O    P    Q    R    S    T    U    V    W    X    Y    Z  

 
Margem de Garantia :
Depósito em dinheiro, carta de fiança ou títulos públicos ou privados, de entre outros activos aceitos pela Bolsa, exigido para garantir cada operação, com a finalidade de cobrir o risco de oscilação de preço de dois ajustes diários, ou outro critério estabelecido, que é devolvido ao cliente quando a operação é liquidada.

Matriz Predial :
Registo efectuado no Serviço de Finanças onde consta, designadamente, a composição e a área do prédio, o seu valor patrimonial tributário e a identidade dos proprietários e usufrutuários, se os houver. Um prédio está "omisso" na matriz, se não existir o seu Artigo Matricial.

Mediadora :
Entidade licenciada para negociar e efectuar a venda de imóveis na qualidade de proprietário.

Mercado à vista :
No qual compradores e vendedores estabelecem um preço para um lote de acções, a ser entregue pelo vendedor (liquidação física) após a negociação e a ser pago pelo comprador (liquidação financeira) somente se efectivada a entrega dos títulos, de acordo com o calendário estabelecido pela bolsa.

Mercado de balcão :
Formado pelos bancos, onde as acções são vendidas sem passar pelas bolsas.

Mercado de derivados :
No qual compradores e vendedores negociam títulos cujos valores dependem (ou derivam) de outros activos e/ou variáveis. Existem as seguintes modalidades: termo, opções de compra ou venda, futuro.

Mercado primário de acções e seus agentes :
Onde é feito o lançamento de nova acções, com autorização da CVM e por meio da presença obrigatória de intermediários financeiros - corretora de valores, banco múltiplo, banco de investimento ou uma distribuidora - que exercem o papel de coordenadores do lançamento.

Mercado secundário de acções e seus agentes :
Após o seu lançamento, as acções passam a ser negociadas no mercado secundário, formado pelas bolsas de valores e pelos mercados de balcão, organizados ou não. No mercado secundário, as operações podem ocorrer sob duas formas principais: mercado à vista e de derivativos.

Monopólio :
Situação de mercado em que uma empresa domina sozinha a produção ou comércio de uma matéria-prima, produto ou serviço. Assim, ela pode aumentar ou diminuir a oferta conforme suas próprias necessidades, e estabelecer o preço à vontade.

Moratória :
Palavra importada do Direito Comercial, que descreve uma prorrogação do prazo concedido para pagamento de uma dívida, obtida em acordo entre o devedor e o credor. Na economia internacional, o significado é um pouco diferente. Para os economistas, moratória é uma declaração unilateral feita por um país, afirmando que não pagará uma dívida no prazo estipulado. É uma medida extrema, que pode causar graves prejuízos futuros ao país. Isso porque, depois de uma moratória, as instituições financeiras deixam de emprestar dinheiro ao governo que decretou moratória, ou o fazem apenas mediante a cobrança de juros mais altos.

MTM (Mark-to-Market) :
Reavaliação do preço de um título ou carteira de instrumentos financeiros com base em seus valores de mercado ou de reversão.

Mutuante :
É a entidade que empresta o capital e recebe o juro, o Banco.

Mutuário :
É a entidade que recebe o empréstimo e paga o juro, o Cliente.

Mútuo :
Contrato pelo qual o mutuante empresta ao mutuário, ficando o segundo obrigado a restituí-lo no mesmo género e qualidade.

 
   
Home  ·  Mapa Site  ·  FAQs  ·  Glossário  ·  Legalidade  ·  Privacidade